Páginas

sábado, 15 de outubro de 2011

REDAÇÃO: exercícios

EXERCÍCIOS: COESÃO - ESTILO - INTERPRETAÇÃO DO TEMA
1)Estilo e originalidade são fundamentais na escrita dissertativa. Além de deixarem o texto mais interessante, ainda contribuem para melhorar a nota da redação. Por isso, evitar os clichês deve ser uma das primeiras preocupações do candidato. Com base nesses critérios, assinale a única opção cuja escrita se mostra aceitável.
a)”Com as últimas tentativas de alguns facções da política brasileira de cercear a liberdade de imprensa, ressurge o fantasma do autoritarismo.”
b)” A educação brasileira, nos últimos anos, contabilizou avanços consideráveis. O desafio agora é, pelo menos, manter o patamar de qualidade atual, sob pena de se voltar à estaca zero.”
c)”A calorosa recepção da presidente na reunião da ONU é um sintoma do prestígio e da relativa saúde política e econômica do Brasil.”
d)"Ficaram para trás os tempos de inflação galopante. Agora é seguir em frente e recuperar o tempo perdido, nos dias atuais.”
e)”A reverência e a atenção com que a presidente foi recebida na reunião da ONU é um sintoma do prestígio e da relativa saúde política e econômica do Brasil hoje.”
____________________________________________________________________________

2) A coesão textual trata da ligação, da relação, da conexão entre as palavras e ideias de um texto, através de elementos formais, que assinalam o vínculo entre os seus componentes. Observando o contexto, preencha as lacunas dos fragmentos abaixo com os elos coesivos adequados e em seguida marque a opção correta.

TEXTO I
Aos olhos do mundo, o Brasil tem ido muito bem nos últimos anos. Uma das áreas que atraíram a atenção foi ______ luta contra a pobreza. Em parte, pelo que já alcançou com o Bolsa-Família. E, em parte, por causa da perspectiva ambiciosa que o governo brasileiro deu a todos os programas sociais, ________, em janeiro de 2004, o presidente Lula sancionou uma lei que estabeleceu o objetivo de uma Renda Básica de Cidadania para todos os brasileiros.

TEXTO II
O ser humano encontrou no medo uma forma de organização social. Surge, ______, a cultura do medo. Impor limites, para alguns, é impor o medo. E, assim, milhares e milhares de crianças foram educadas pelo medo, para o medo e com medo. Crianças que cresceram limitadas, angustiadas e, é claro, infelizes. Quando a educação se dá pelo medo, o homem torna-se covarde e submisso, incapaz de impor, quando necessário, ______ vontade diante das relações desiguais.
A sequência correta é
a)a da – onde – além disso – sua;
b)sua – quando – no Brasil – mais;
c)a da – quando – assim – sua;
d)aquela – onde – então – sua;
e)sua – quando – além disso - sua
____________________________________________________________________________

3)Para quem não quer perder a redação no vestibular, a inobservância da tipologia prescrita é garantia de anulação do texto, com prejuízos irreparáveis para o candidato no resultado global. Posto isso, assinale a opção que, por si só, não configuraria um texto dissertativo
a) “A intensa repercussão popular da eliminação do Brasil na Copa do Mundo da África do Sul evidencia mais uma vez a importância que o futebol tem para o país.”
b) (...)É inadmissível que tantos brasileiros estejam sendo preteridos na hora de um problema de saúde simplesmente por residirem longe dos maiores centros urbanos. Essa é uma deficiência que precisa ser enfrentada logo, pois o que está em questão é a vida.”
c)“Os primeiros raios de sol, brandos como um leve toque, anunciam um novo dia de uma preguiçosa segunda-feira. Maria acorda, ingere algum pão e café, despede-se da família e se põe a caminhar em direção ao ponto de ônibus. Não tão longe dela, José executa as mesmas ações, porém, não se sabe se desperdiçou os mesmos momentos de adeus.”
d)É condenável a atitude que grande parte da sociedade adota no que diz respeito à preservação do meio ambiente. Apesar dos inúmeros desastres ecológicos que ocorrem com demasiada freqüência, a população continua cega.
e) É verdade que é possível inscrever mentalmente estes terroristas suicidários numa já longa genealogia de homens-bomba, e catalogá-los como atores de uma “guerra assimétrica”.
___________________________________________________________________________

4)O desvio temático ocorre quando, inadvertidamente, o candidato faz uma interpretação errada do tema, seja extrapolando ou reduzindo o assunto a ser debatido. Intuir qual texto determinado tema demanda é tão importante quanto saber que tema está por trás de um determinado texto. Leia os fragmentos abaixo e assinale o tema que melhor se alinha às idéias contidas neles.
TEXTO I
OURO PRETO AGONIZA

Um enorme casarão do século XVIII, o segundo maior do centro da cidade, foi consumido pelo fogo. A estrutura de pau-a-pique foi totalmente destruída, tornando a restauração impossível. (...)
A curadora do patrimônio histórico de Ouro Preto, Marta Larcher (...) diz que vai entrar com ação no Ministério Público contra o Estado e o município. "As duas esferas do poder público têm obrigação de tomar providências para evitar qualquer incidente que envolva o patrimônio histórico." Foi o segundo incêndio no centro de Ouro Preto em dois anos. Há seis meses, em outro acidente, um chafariz de pedra-sabão do século XVIII foi destruído por um caminhão desgovernado. De quem é esse patrimônio? (Época, 21/4/03, p. 50)

TEXTO II
PREJUÍZO PARA A CULTURA MUNDIAL É INCALCULÁVEL

Os poucos estudiosos ocidentais que visitaram o Museu Nacional do Iraque nas últimas décadas disseram que o seu acervo era incomparável. "Continha o arquivo total de 10 mil anos de história humana.", diz John Malcolm Russell, especializado em Arqueologia da Mesopotâmia na Faculdade de Arte de Massachusetts. (...) Acima de tudo, os estudiosos reagiram lamentando com muito pesar uma perda avassaladora.
(O Estado de S.Paulo, 26/4/03, Cad. 2, p. D10)

TEXTO II
Fonte histórica: Considera-se fonte histórica tudo que permite constituir os acontecimentos e formas de vida do passado. As fontes podem ser materiais e imateriais. As primeiras são os vestígios de civilização material: monumentos, utensílios, vestígios arqueológicos etc. assim como os documentos de diversas espécies. As fontes imateriais são os vestígios que sobrevivem nas sociedades e são detectáveis em suas tradições, costumes, lendas, ritos e folclore.
(ENCICLOPÉDIA BARSA. v. 7, p. 420)

a)A responsabilidade do poder público no tocante à preservação dos bens culturais da humanidade.
b)A riqueza da cultura árabe deve ser preservada, sob pena de o homem perder o rumo da sua história.
c)Como preservar os objetos de arte das intempéries em tempos guerra.
d)Preservar o passado histórico contido nos vestígios culturais deixados pelo homem é preservar as respostas de que um dia ele necessitará para entender-se melhor.
e)Guerra e arte: que prejuízos culturais já foram infligidos à humanidade em função dos inevitáveis e incontáveis conflitos bélicos ao longo da sua história?
____________________________________________________________________________

LITERATURA

Leia o texto:
Barricada
Todos os passarinhos da Praça da República
Voaram
Todas as estudantes
Morreram de susto
Nos uniformes de azul e branco
As telefonistas tiveram uma síncope de fios
Só as árvores não desertam
Quando a noite luz


5)Os procedimentos estéticos visíveis no poema acima permitem afirmar que os versos:
a)refletem o conflito do homem barroco pela antítese voar/não desertar.
b)exploram três características básicas do Modernismo inicial: liberdade criadora, urbanidade e o cotidiano.
c)pelo predomínio do adjetivo, idealizam a cena retratada, num puro exercício romântico.
d)pela regularidade métrica, ligam-se a duas estéticas clássicas, isto é, ao Arcadismo e ao Parnasianismo.
e)configuram, num tom místico, uma poema de exortação à luta contra o capitalismo selvagem, ao estilo da poesia da 2ª. Fase Modernista.

GABARITO: 1-e; 2-c; 3-c; 4-b

Um comentário:

  1. Mestre,

    Na terceira questão, eu diria que a alternativa "c" (narrativa) é a que mais desvia da proposta. E não a "d", anotada no gabarito!

    No mais, há outros trechos também lamuriosos, que constituem mais retrato do que argumentação.

    ResponderExcluir